Institucional, Patrimônio Cultural | 19.05.15

Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural de Varginha aprova registro das Folias de Santos Reis como Patrimônio Cultural da cidade

Folia de Reis fotografo Tiago Bode2

A Folia de Reis passou a integrar o folclore do município de Varginha – MG em meados de 1930, quando o senhor Arlindo Cardoso fundou a companhia de santos reis “Cardoso e Amigos”. As festas já foram celebradas em frente à antiga Cadeia Pública e no Largo da Matriz até finalmente chegarem à Concha Acústica, local onde acontecem até o presente. Hoje, no entanto, em virtude de uma série de problemas que as companhias têm encontrado, a prática da celebração tem corrido grave risco de extinção em Varginha.

A preocupação em preservar os grupos fundamenta-se na real importância destes enquanto elementos caracterizadores da identidade religiosa e cultural de Varginha. Os saberes dos foliões de Reis, enquanto uma atividade tradicional e de identidade popular, estão entre os bens culturais imateriais. As folias apresentam-se como celebrações de costumes que transcendem as gerações. Além disso, em muitas localidades, festas culturais e religiosas se mostram como excelentes atrativos turísticos, o que poderia ser proveitoso para o desenvolvimento da cidade.

Diante do exposto, o Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural de Varginha aprovou, em 13 de maio de 2015, o registro das Folias de Santos Reis da cidade, reforçando a manutenção da celebração, agregando valor à comunidade e possibilitando a sociabilização da população.

Fotos: Tiago Bode