Idosos do CCI se divertem em oficina de contação de histórias na Biblioteca Pública

Uma tarde descontraída e animada, com boas gargalhadas e muita criatividade. Foi assim nesta quarta-feira (03/04) na oficina de contação de histórias na Biblioteca Pública de Varginha que contou com a participação dos atendidos pelo Centro de Convivência do Idoso (CCI).

A atividade foi coordenada pela escritora Luciane Madrid César, que distribuiu a cada um deles um fantoche. Os idosos tiveram que inventar um nome e uma voz diferente para os personagens. Logo depois, tiveram que apresentá-los para o resto da turma e, reunidos em grupos, elaboraram uma pequena peça de teatro. “Eu senti uma receptividade muito boa. O retorno foi fantástico e me surpreendeu a criação das histórias. Amei a experiência!”, destacou a escritora.

O objetivo da oficina foi trazer uma ferramenta para as vovós e vovôs a repassarem o hábito da leitura para os netos e bisnetos. Ela faz parte da programação da Prefeitura de Varginha e da Fundação Cultural em homenagem ao Dia Nacional do Livro Infantil, que começou na última segunda-feira (01/04) e prossegue até o dia 26 na Biblioteca Pública.

Segundo a bibliotecária Eliana Costa, responsável pela organização, “nossa programação contempla todos os públicos com um propósito: mostrar a importância do livro infantil na formação cultural e intelectual. Ficamos muito felizes com esta tarde cheia de alegria proporcionada por essas pessoas que viveram tantas experiências e tem muito a nos ensinar. Eles deram um show de vitalidade”.

“Eu amei! A gente virou criança de novo. Foi uma experiência muito boa e que vou passar para a minha netinha de 8 anos quando eu brincar com ela de boneca e de escolinha”, disse Elisa Bertoli, que no próximo dia 16/04 completa 70 anos.

Cristina Maggiotti, que é a orientadora social responsável pelo CCI, comemorou a iniciativa. “Foi emocionante! A gente lembra da infância e vamos passar para os nossos netos hábitos de leitura que deve começar desde cedo”, destaca Cristina.

O diretor-superintendente da Fundação Cultural, Lindon Lopes, ficou muito feliz com a iniciativa, pois conhece de perto o trabalho desenvolvido no CCI. “Em 2015, promovi uma série de atividades com os idosos atendidos lá. Conheço bem a vitalidade deles e vê-los assim se divertindo e conhecendo coisas novas é gratificante na programação desenvolvida por nós da Fundação e da Biblioteca”, ressaltou Lindon Lopes.

Os bolinhos de chuva, com um toque de açúcar e canela, e um cafezinho bem quente adocicaram ainda mais o fim de tarde, que teve ainda sorteio de livros infantis. Saiba mais sobre a programação do Dia Nacional do Livro Infantil.

Ouça a matéria veiculada no Jornal do Cidadão sobre a oficina: