Varginha: sua origem

Produção: Equipe do Museu Municipal de Varginha

Diferentemente da afirmação de que o núcleo inicial da cidade de Varginha teria sua origem no bairro denominado Vargem, o livro “Varginha” do cônego José do Patrocínio Lefort, monografia histórico-geográfica e estatístico-religiosa, pelo centenário da paróquia a 1º de julho de 1950 (Gráfica São José – SP ), versa sobre outro prisma, a gênese da cidade.

Este núcleo nasceu da atual estação da Flora, onde já existiam moradores das fazendas Bom Jardim, Santa Maria e São Paulo. Sendo um roteiro de tropeiros que circulavam entre Lavras, Campanha, Três Pontas e Três Corações.

Após alguns anos de deslocamento, as famílias dessas fazendas juntamente com outros viajantes e tropeiros, foram dando corpo a antiga Vargem.

Tanto é que “Um progresso ultra-rápido operou-se em Catanduvas”. Assim é, que em oito anos de existência (1795 à 1803 ), mais de 70 famílias para ali se locomoveram. Todas, defendendo seus interesses e cuidando de suas atividades.
Em 1806, sob uma petição popular ao Bispado de Mariana, subscrevendo-a um manisfesto representativo de mais de um milheiro de pessoas. Pouquíssimas as cidades brasileiras que em tão curto espaço de tempo, consquitaram sua economia.
Em nossos tempos, locupletam-se os sertões paulistas e paranaenses. Onde matas virgens eram o ornamento natural do solo, agora se erguem construções de todos os estilos, fruto de uma civilização heterogênea. E para essas plagas de mirabolantes culturas, acorrem as famílias dos Estados limítrofes, sonhando uma vida de maior opulência e liberdade. No entanto, a mãe d’água voa sempre para mais longe, e bem poucos conseguem arrebatar-lhes as aurifulgentes plumas.

Mas, qual o fator propulsivo do progresso das Catanduvas? Ali não havia o ouro, floreando ao solo, nem o entusiasmo contagiante de certas organizações causadoras de um lucro imediato. Outros metais seriam explorados, e com muita facilidade e felicidade. Quem sabe um lugar, nascido para ser tornar um pólo regional e quiçá, mundial.

Assim, nasceu Espírito Santo das Catandubas, hoje Varginha.