Institucional | 18.09.18

Diretora de Varginha é premiada em Festival de Cinema em São Paulo

O filme “O Canto”, da diretora varginhense Elisa Aleva, ganhou no último domingo (17/09), os prêmios de Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Montagem na seção oficial competitiva do Segundo Festival Curta Suzano. O festival recebeu 420 filmes inscritos e teve mais de 60 horas de exibições entre os dias 13 a 16 de setembro na cidade de Suzano/SP.

“O Canto” foi filmado e produzido entre as cidades de Guarulhos/SP e Varginha/MG. A atriz varginhense Marina Azze vive a história de Lia, uma professora de 36 anos, vive uma rotina entediante até se ver totalmente confusa e obcecada por uma casa. Até que ponto se consegue ir atrás de respostas?

A diretora Elisa Aleva destaca que o Curta Suzano é um Festival muito importante na carreira dela. “Meu primeiro filme estreou aqui e muitas portas se abriram depois dos prêmios. Que honra poder voltar agora, com outro filme e ser coroada com a Melhor Direção. Um sonho que está se realizando tão cedo em minha vida”, ressalta a diretora.

Sobre o prêmio de Melhor Montagem, ela lembra que o Canto foi bem difícil de se fazer, “porque eu queria tirar a leveza do roteiro. Queria dar uma pegada mais psicológica a personagem central. Então eu tive que montar e remontar muitas vezes para conseguir isso. Deu muito trabalho e eu fico muito feliz por ter tocado tanta gente”.

A atriz Marina Azze fala da alegria em trabalhar com a Elisa Aleva. “É sempre uma experiência fantástica, ela dá espaço pra contribuições do ator e constrói junto a narrativa. Tira emoções verdadeiras e nos faz realizar um trabalho intimista, forte, realista”.

Este é o filme de estreia do ator varginhense Rafael Matos. “Que legal estrear na telona e já ganharmos tantos prêmios. Não é a primeira vez que O Canto saí de um Festival levando o prêmio de Melhor Filme. O que nos deixa muito felizes e certos de que estamos no caminho”, diz Rafael Matos.

“Quando a Elisa me convidou para esse filme, me senti honrado. Estudamos por anos interpretação juntos e vê-la na posição de diretora com tamanha bagagem me emocionou no set muitas vezes. E agora, vê-la premiada por isso, dá aquela sensação de ‘eu já sabia’”, relata Zé Pedro Baroni, ator que participou de O Canto.