Inscrições abertas para o 4º Seminário de Patrimônio Cultural de Varginha

A Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural, realizará no dia 30 de junho o IV Seminário de Patrimônio Cultural. O evento acontecerá de modo presencial no auditório do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais (Inprev) das 13h às 17h e abordará o tema “Gestão, Patrimônio e Políticas Públicas”.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela plataforma Sympla (clique aqui para se inscrever). Estão sendo disponibilizadas 60 vagas e haverá emissão de certificados aos participantes. A ação é uma proposta da Coordenadoria Técnica do Patrimônio Cultural voltada para gestores e conselheiros municipais de cultura e patrimônio, estudantes, pesquisadores, professores, profissionais ligados à área e interessados em geral de Varginha e região.

De acordo com o diretor-superintendente da Fundação Cultural, Marquinho Benfica, a atividade vai contar com palestras que objetivam ampliar o diálogo e o debate em torno das políticas públicas voltadas para a gestão, proteção e promoção valorização do patrimônio cultural da cidade. “Nosso propósito com o seminário é sensibilizar a comunidade para uma atuação amparada em uma visão contemporânea do patrimônio cultural e também promover a reflexão sobre a questão da preservação do patrimônio histórico para a construção da memória e da identidade”, destaca o superintendente da Fundação Cultural.

Confira a programação:

13h – Credenciamento

13h30 – Abertura – mediação: Gustavo Uchôas Guimarães

13h45 – Palestra: “A Preservação do Patrimônio Cultural e seus Instrumentos”
Palestrante: Amon Lasmar, arquiteto

14h30 – Palestra: “Gestão do Patrimônio Cultural e a importância dos Conselhos Municipais”
Palestrante: José Manoel Magalhães Ferreira, presidente do Conselho de Patrimônio Cultural de Varginha

15h15 – Café Cultural

15h45 – Palestra: “Fundo Municipal do Patrimônio e o ICMS Patrimônio Cultural”
Palestrante: Júlio Ferreira Leite Filho, analista do Patrimônio Cultural do IEPHA-MG

16h30 – Palestra: “Intervenções em Edifícios Históricos”
Palestrante: João Paulo Martins, arquiteto do IPHAN/MG

17h15 – Encerramento

Perfil dos palestrantes

Gustavo Uchôas Guimarães é graduado em Normal Superior e História e é pós-graduado em Metodologia do Ensino de História e Geografia e em História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena. Está se graduando em Sociologia e faz mestrado em Ciências da Educação. É professor de História em duas escolas, escritor, membro do CODEPAC, vice-presidente da Associação de Poetas e Escritores do Sul de Minas (APESUL), membro do grupo literário Prosa e Verso, membro correspondente da Academia Caxambuense de Letras e tem cadeiras no Instituto Histórico e Geográfico do Sul de Minas e no Instituto Genealógico Sul-Mineiro.

Amon Lasmar é professor no curso de Arquitetura e Urbanismo da UNA Pouso Alegre. Com graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de São João Del Rei – UFSJ (2017). Pós-graduação em Projeto Arquitetônico e Docência para o ensino superior, ambas pelo Centro Universitário do Sul de Minas – UNIS (2020). Mestrando em Artes, Urbanidades e Sustentabilidade pelo programa interdisciplinar PIPAUS-UFSJ. Proprietário e idealizador do Abstrato: Ateliê de arquitetura e Design gráfico.

José Manoel Magalhães Ferreira é professor de Sociologia e Antropologia Jurídicas na Faculdade Cenecista de Varginha (FACECA). Possui graduação em Estudos Sociais pelo Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) e em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Especialista em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras e mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atuou como Secretário Municipal de Planejamento Urbano de Varginha entre os anos de 2016 e 2020. Atualmente é Secretário Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social de Varginha, MG e Presidente do Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural de Varginha (CODEPAC).

Júlio Ferreira Leite Filho possui graduação em Ciências Econômicas pela UFMG e MBA Executivo em Finanças pelo IBMEC, com experiência nas áreas Administrativa, Financeira, Contábil e Auditoria. Atualmente é analista do Patrimônio Cultural do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico de Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG) atuando especialmente na análise de toda a documentação dos municípios mineiros em relação ao Conjunto Documental do Fundo Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural/FUMPAC; desenvolvimento de estudos e propostas para normatizações no âmbito do patrimônio cultural; elaboração de cursos ministrados pelo IEPHA/MG em matérias pertinentes ao Fundo Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural e aos investimentos em bens protegidos e/ou em educação/difusão para o patrimônio e assessoria aos municípios quanto à correta utilização dos recursos do FUMPAC e quanto ao cumprimento das Deliberações Normativas do CONEP – Conselho Estadual de Patrimônio e das Portarias do IEPHA/MG.

João Paulo Martins possui graduação em História pela UFMG e em Arquitetura e Urbanismo pela UFOP. Especialista em Geoprocessamento Aplicado pelo IFNMG e Mestre em História e Culturas Políticas pela UFMG. Atuou como historiador da Prefeitura Municipal de Ouro Preto entre os anos de 2007 e 2019, especialmente nas áreas de acervos arquivísticos, patrimônio imaterial e gestão de políticas culturais. Atualmente é analista da Superintendência do IPHAN em Minas Gerais, atuando especialmente na análise de intervenções em bens tombados individualmente, em conjunto e áreas de entorno; desenvolvimento de normatizações para conjuntos tombados; licenciamento cultural e instrução de processos de tombamento.

Deixe um comentário