Instituto Luso – Ítalo – Brasileiro e Museu Municipal promovem exposição sobre a imigração italiana

Em uma iniciativa do Instituto Luso – Ítalo – Brasileiro de História, Ecologia e Cultura, o Museu Municipal de Varginha recebe a exposição “Varginha e Itália – Terra Nostra”, que retrata a chegada dos primeiros imigrantes italianos em Varginha, iniciada em 1888 com a Abolição da Escravatura.

A história está sendo mostrada por meio dos jornais e fotos da época disponibilizados pelo Centro de Documentação Histórica (Cedoc) da Fundação Cultural de Varginha. A exposição foi iniciada no dia 08/09 e o público poderá ter acesso a esses documentos ricos em detalhes históricos até o dia 06/10. O horário de funcionamento do Museu é de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h. O endereço é Praça Governador Benedito Valadares, 141 – Centro.

De acordo com Marcelo Nascimento, historiador e presidente do instituto, “os italianos viveram uma grande luta. Foram exemplo de trabalho e união nas páginas destes mais de 130 anos de história não só de Varginha, como de todo Brasil. Era uma gente trabalhadora com uma grande visão de empreendedorismo. A exposição mostra em detalhes a bravura daqueles que atravessaram o oceano por uma vida melhor”. Esses documentos já estiveram expostos em fevereiro de 2019 e voltam agora atendendo a vários pedidos para quem não teve oportunidade na época de prestigiar a exposição.

Ainda segundo Marcelo Nascimento, “além da mostra documentária e fotográfica no Museu Municipal, marcamos para o dia 23 de setembro a inauguração da sede própria do Instituto Luso – Ítalo – Brasileiro que funcionará no Parque Urupês. A instituição anunciará diversos projetos em favor da memória, ecologia e cultura”.

A exposição conta com o apoio da Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural e Museu Municipal.

Clique nas fotos para ampliá-las: