Conselheiro da Copasa lança livro “ÁGUA elemento vital” no Museu de Varginha

O Museu Municipal de Varginha recebe na próxima terça-feira (15/03), às 19h, o lançamento do livro “ÁGUA elemento vital” escrito por João Bosco Senra, mestre e doutor em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela UFMG. O autor é analista de planejamento da Unidade de Responsabilidade Social – RESO da Copasa e compõe o Conselho de Administração da empresa, como representante dos empregados.

O evento é aberto ao público e seguirá todos os protocolos recomendados pela Vigilância Sanitária para o combate à Covid-19. Na oportunidade, o autor vai conversar com o público sobre a temática do livro, que estará à venda no local.

O livro retrata parte da tese do autor defendida em 2018, com a orientação do Prof. Dr. Nilo de Oliveira Nascimento. O volume foca na Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GIRH), considerando a Água como elemento vital. Buscou-se manter a maior parte da escrita da tese, mas com algumas adequações visando traduzir para uma linguagem um pouco mais literária, quando possível.

“ÁGUA elemento vital” apresenta os conceitos sobre planejamento, gestão integrada e governança de recursos hídricos e faz uma análise das políticas e planos nacionais de recursos hídricos e de setores intervenientes nos diversos níveis. Aborda, ainda, as políticas e planos estaduais de Minas Gerais, a bacia hidrográfica do Rio Verde e as políticas e planos do município de Varginha, respectivamente. Trata, ainda, do Programa “Cultivando Água Boa” (CAB), da Itaipu Binacional, como experiência de GIRH.

O Museu Municipal de Varginha está localizado na Praça Governador Benedito Valadares, 141 – Centro. A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Fundação Cultural, Museu Municipal e parceria com a COPASA. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (35) 3690-2716.

Perfil do autor

João Bosco Senra é mestre e doutor em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela UFMG, graduado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia Kennedy (1979) e especialista em Engenharia Sanitária, Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos pela UFMG. Diretor da Catavento Projetos e Consultoria Ltda. Foi Diretor de Operação Sudoeste da Companhia de Saneamento de Minas Gerais e Chefe da Assessoria Técnica da Presidência. Foi Secretário de Recursos Hídricos e Diretor de Recursos Hídricos da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente. Foi Vereador, Secretário Municipal de Meio Ambiente e Presidente da Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte. Foi Diretor-Geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas. Coordenou a elaboração do Capítulo de Meio Ambiente, Política Urbana, Saneamento e Ciência e Tecnologia da Lei Orgânica de Belo Horizonte, o projeto Aquífero Guarani pelo Brasil, o Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação do Brasil e o Plano Nacional de Recursos Hídricos. Foi ponto focal brasileiro na Convenção de Combate à Desertificação junto à ONU, Copresidente da Rede Interamericana de Recursos Hídricos e representante brasileiro no fórum de diretores gerais de água Ibero-americano – CODIA, e dos países de língua portuguesa – CPLP. Foi Comissário Geral do Brasil na EXPOZARAGOZA e Diretor de Meio Ambiente da CMT Engenharia Ltda. Foi Coordenador geral da execução e acompanhamento de 36 Programas Básicos Ambientais do Projeto São Francisco e do Prêmio Mandacaru para iniciativas sustentáveis em recursos hídricos no semiárido brasileiro. Atuou como professor de Estatística na Escola de Engenharia Kennedy e nas disciplinas de Estatística Aplicada ao Saneamento e Gestão de Recursos Hídricos em curso de pós-graduação da UFMG. Atualmente é Conselheiro de Administração da COPASA, como representante dos empregados e Analista de Planejamento da Unidade de Responsabilidade Social – RESO da Empresa.

João Bosco Senra

Deixe um comentário